Segunda melhor equipa da etapa e Nocentini foi sexto no Malhão

JAF_0309

O SPORTING/TAVIRA assumiu-se como a segunda melhor equipa na etapa, ao finalizar com três ciclistas no ‘top-30’, e, com Rinaldo Nocentini em fechando em sexto lugar a etapa, subindo desta forma a nono da classificação geral.

O italiano do Sporting-Tavira culminou uma excelente ‘Algarvia’, ficando entre os dez melhores, em prova com adversários de nível mundial.

Alejandro Marque foi 24.º e Jesus Ezquerra foi 26.º, fazendo com que a equipa subisse para o sexto lugar colectivo, e, consequentemente, ser a melhor formação entre as portuguesas e nas divisões fora World Tour.

Marque conseguiu assim terminar a prova em 13.º, a 2:46 minutos do vencedor Amaro Antunes (W52/FC Porto), numa etapa que ligou Loulé ao Alto do Malhão (Loulé) com 179,2 kms.

A Astana venceu a etapa colectivamente e ganhou a geral por equipas, a apenas 15 segundos de vantagem para o SPORTING/TAVIRA.

 

Lista de resultados dos ciclistas do Sporting-Tavira na Etapa 5:

6.º, Rinaldo Nocentini, a 16 segundos

24.º, Alejandro Marque, a 54 segundos

26.º, Jesus Ezquerra, a 55 segundos

94.º, David Livramento, a 6.49 minutos

118.º, Shaun Nick-Bester, a 10.43 minutos

129.º, Joni Brandão, a 12.42 minutos

147.º, Fábio Silvestre, a  19.24 minutos

149.º, Oscar Brea, a 19.25 minutos

 

O SPORTING/TAVIRA termina a 43ª VOLTA AO ALGARVE como 6 classificado por equipas e a melhor formação portuguesa e dos colectivos fora Wold Tour.

 

#SportingTavira

#CiclismoTavira

#Tavira

#PaixãoPeloCiclismo

#VoltaAlgarve2017

#VAlgarve2017

 

43ª Volta Algarve – Photo © João Fonseca Photographer

Etapa 3: Almodôvar/Tavira – 203,4 kms

JAF_8689

Os sprinters da Volta ao Algarve tiveram hoje o seu último dia de brilho. A quarta etapa ligou Almodôvar a Tavira, num total de 203,4kms de extensão sendo a mais longa tirada da ‘Algarvia’.

Chegada ao sprint como previsto com Andre Greipel (Lotto Soudal) a ser o vencedor, num sprint técnico (antes da recta final existem duas rotundas para percorrer, antecedida por uma apertada viragem à direita, perigosa para quedas a alta velocidade).

Greipel venceu num despique com John Degenkolb (Trek-Segafredo) sendo necessário o recurso ao photo finish.

Fábio Silvestre foi a aposta do SPORTING/TAVIRA para a chegada a Tavira, conseguindo o 21º lugar na etapa.

Na classificação geral Rinaldo Nocentini continua em 10.º lugar, a 1m56s do Camisola Amarela Turismo de Portugal.

A Etapa 5 e última tirada parte de LOULÉ com chegada ao ALTO DO MALHÃO (LOULÉ), numa distância de 179,2 kms, será o derradeiro dia para as decisões finais desta 43ª Volta ao Algarve.

#SportingTavira

#CiclismoTavira

#Tavira

#PaixãoPeloCiclismo

#VoltaAlgarve2017

#VAlgarve2017

43ª Volta Algarve – Photo © João Fonseca Photographer

 

Alejandro Marque registou o melhor tempo entre as equipas portuguesas

JAF_6036
O espanhol Jonathan Castroviejo (Movistar) venceu a terceira etapa da Volta ao Algarve, completando o contra-relógio individual de 18kms, em Sagres, com a marca de 21.24 minutos.

O Alejandro Marque foi o melhor do SPORTING/TAVIRA e das equipas portuguesas a chegar à Fortaleza de Sagres com 22.15 minutos (21.º).

Nocentini é agora o 10.º classificado na geral, a 1.56m de Roglic (camisola amarela), depois de terminar em 55.º, com 22.46m.

Marque subiu ao 14.º posto da geral (a 2.08 do novo líder) e o SPORTING/TAVIRA assume-se como a melhor equipa portuguesa até ao momento na Volta ao Algarve, conseguindo agora o 8º lugar, sendo a melhor equipa nacional em prova.

Etapa 3:
21.º Alejandro Marque (22.15 minutos) a 51 segundos do vencedor
38.º Oscar Brea (22.33 minutos) a 1.08
55.º Rinaldo Nocentini (22.46 minutos) a 1.21
63.º Jesus Ezquerra (22.51 minutos) a 1.26
123.º Joni Brandão (23.48 minutos) a 2.23
154º Shaun Nick-Bester (24.12 minutos) a 2.47
176.º Fábio Silvestre (24.36 minutos) a 3.12
180.º, David Livramento (24.55 minutos) a 3.31

A quarta etapa liga Almodôvar a Tavira, num total de 203,4km de extensão, a mais longa tirada da ‘Algarvia’, com uma contagem de montanha (4ª categoria), mas a 20km da meta há uma subida que pode condicionar alguns velocistas.

Prevê-se uma chegada ao sprint em Tavira e Fábio Silvestre voltará a ser a aposta maior para o SPORTING/TAVIRA brilhar no Algarve.

43ª Volta Algarve – Photo © João Fonseca Photographer

#SportingTavira
#CiclismoTavira
#Tavira
#PaixãoPeloCiclismo
#VoltaAlgarve2017
#VAlgarve2017

Rinaldo Nocentini foi 5º classificado no Alto da Fóia

nocentini_3a

Rinaldo Nocentini finalizou em quinto lugar na primeira tirada em alto da “Algarviana” (33seg), que ligou Lagoa ao Alto da Fóia (189,3km).
A fuga do dia com oito ciclistas foi controlada pela Quick-Step, a Katusha e a Astana. A Quick-Step atacou a 10 km da meta e ganhou um avanço sobre os demais competidores.
Nocentini e Alejandro Marque comandaram o grupo que alcançou o quarteto da frente já nos últimos 3km. O irlandês Daniel Martin atacou a 3km da meta, conseguindo a vitória. O irlandês venceu no Alto da Fóia e é o novo camisola amarela da Volta ao Algarve.
Alejandro Marque fez 16.º, a 1.16 minutos, e entra directamente para o ‘top-15’ da Volta ao Algarve. Vidal Fitas destaca que Marque e Nocentini ainda têm pela frente as etapas mais adequadas às suas características:
“É perfeitamente possível terminar esta Volta ao Algarve nos cinco melhores. O Rinaldo [Nocentini] defende-se bem no contra-relógio e tem a etapa no Malhão, que se adequa melhor às suas características”, antevendo a subida ao Malhão, como mais adequado ao italiano com maior inclinação mas menos distância.
O Nocentini falou à Sporting TV da sua satisfação na classificação da 2ª etapa: “É a primeira corrida do ano. Não sabia como me iria sentir, só conhecia o meu treino. No final, não esteve mal. Estou em boa condição e vou disputar a classificação geral”.
Alejandro Marque seguiu na roda de Nocentini mas foca-se no dia de amanhã, sexta-feira, com um contra-relógio de 18km, em Sagres: “As sensações foram mudando, fui melhorando e acabo num bom lugar [15.º]. Agora, vou dar tudo no contra-relógio”.
Vidal Fitas reforçou a ideia: “O contra-relógio é a etapa em que o Alejandro se pode sair melhor e acredito que possa ganhar alguns lugares amanhã”.
O SPORTING/TAVIRA consegue ‘top-10’, tanto individual como colectivo, ambicionando por melhores resultados nas etapas que restam contra os melhores do mundo.
#SportingTavira
#CiclismoTavira
#Tavira
#PaixãoPeloCiclismo
#VoltaAlgarve2017
#VAlgarve2017
43ª Volta Algarve – Photo © João Fonseca Photographer

Etapa 1 – 43ª Volta ao Algarve 2017

voltalgarve2017
A equipa SPORTING/TAVIRA apresenta-se nesta edição da Volta ao Algarve com os seguintes ciclistas:

Rinaldo Nocentini, Jesus Ezquerra, David Livramento, Fábio Silvestre, Oscar Brea, Alejandro Marque, Nick Shaun-Bester e Joni Brandão.

Os selecionados foram escolhidos pelas suas capacidades:
– Para a geral, pela capacidade do contra-relógio e nas subidas, o Rinaldo Nocentini e o Alejandro Marque são os eleitos;
– Para ganhar condição física e ambientar-se à nova equipa está Joni Brandão;
– Para o sprint o Fábio Silvestre é o escolhido;
– Para surpreender em fugas ou ataques no plano ou a subir está o Jesus Ezquerra.

As espectativas para a “Algarvia” são realistas perante um pelotão com os melhores ciclistas da actualidade.

Pelas palavras de Vidal Fitas “É sempre difícil avaliar o nosso momento, tendo em conta só termos feito uma corrida e bem diferente desta, que tem aqui os melhores do pelotão mundial. Vamos fazer o melhor possível. Temos o Fábio Silvestre para a chegada ao sprint, em que ele está habituado a intrometer-se pelos primeiros lugares contra os adversários que aqui vai encontrar. A segunda etapa permitirá avaliar como estão os ciclistas. O Alejandro Marque pode fazer um bom contra-relógio e o Rinaldo Nocentini é experiente e cremos que pode disputar a etapa da Fóia ou no Alto do Malhão”.
A primeira etapa com início em Albufeira e término em Lagos, numa extensão de 182,9 kms, com uma chegada ao sprint, que Fábio Silvestre salientou a dificuldade do último quilómetro: “Foi um final muito técnico, com três rotundas. A colocação era chave, até pelo vento de frente que enfrentámos. Contudo, era muito complicado. Estamos a competir contra o World Tour, que controlou a fuga inicial. Foi uma chegada nervosa, repleta de mudanças de trajectória”.

Com um 5º lugar na classificação por equipas na etapa, fica tudo em aberto pela luta da melhor equipa portuguesa em prova.

43ª Volta Algarve – Photos © João Fonseca Photographer

#SportingTavira
#CiclismoTavira
#Tavira
#PaixãoPeloCiclismo
#VoltaAlgarve2017

 

Apresentação Oficial SPORTING/TAVIRA 2017

EPOCA2017

Apresentação Oficial da Equipa Profissional SPORTING/TAVIRA, no próximo domingo, 12 Fevereiro 2017, às 16h00, no Mercado da Ribeira em Tavira.

Vêm dar o teu apoio a uma das equipas de ciclismo mais antigas do mundo e a equipa da emblemática cidade de Tavira.
Contamos com a tua presença!

#SportingTavira
#CiclismoTavira
#PaixãoPeloCiclismo
#Tavira

Proudly powered by Wpopal.com