Sporting-Tavira a postos para a Volta a Portugal

JAF_7329

Vidal Fitas destaca candidatos para o prólogo e Joaquim Gomes, director da prova, assume que os leões têm candidatos credíveis.

Segunda ficha no carrossel da Volta a Portugal para o Sporting-Tavira. Os verdes e brancos partem para 79.ª edição da Volta a Portugal, com início marcado para amanhã, dia 04 de Agosto, em Lisboa.

O Sporting CP procura a 10.ª vitória individual da sua história e tanto Rinaldo Nocentini como Alejandro Marque podem assumir a função de líder de equipa. Tanto assim é que Joaquim Gomes, director da prova, reitera que o Sporting-Tavira pode contrariar o favoritismo recente da W52-FC Porto: “A Volta a Portugal é uma prova por etapas de grande exigência. Qualquer um desses corredores [Nocentini e Marque] tem categoria para vencer a prova. Efectivamente, nas últimas edições, a W52-FC Porto, e alguns ciclistas que agora lá competem, têm experiência e, teoricamente, estão num patamar superior de favoritismo. Contudo, no desporto a questão do favoritismo é relativa. Fui favorito em quase todas as Voltas em que participei e só ganhei duas. Espero que os Sportinguistas tenham legítimas esperanças na equipa e que esperem de forma abnegada que um dos vossos ciclistas possa chegar à vitória.

Vidal Fitas, director-desportivo dos leões revelou-se confiante numa boa prova e contou ao Jornal Sporting quem considera candidato a vencer o prólogo de 5,4 com partida e chegada em Belém após passagem por Alcântara: “Gustavo Veloso [W52-FC Porto], Alejandro Marque, Jesus Ezquerra, Fábio Silvestre [Sporting-Tavira], Domingos Gonçalves [RP Boavista] e Sérgio Paulinho [Efapel]. Para o Marque o percurso poderia ser mais longo, mas para o Ezquerra e para o Fábio considero a distância ideal.

Nocentini está catalogado como candidato à amarela, muito pela capacidade em fazer diferenças nas subidas mais curtas, mas, para o director-desportivo, a ambição é sempre ganhar tempo aos rivais, até num prólogo: “Bom resultado era ficar à frente. Não faço ideia de quem possa vencer o prólogo. O vento pode ser um factor importante, a previsão é de que na parte final esteja mais forte do que no início e isso pode ser determinante”.

Fábio Silvestre quer fazer um bom prólogo e procurar um sprint vitorioso em Setúbal para liderar a corrida.

Vidal Fitas apontou Marque para um bom prólogo, mas reconhece que os 5,4 km de extensão do início da Volta em Lisboa beneficiam sprinters ou homens rápidos no plano. Fábio Silvestre assume o desejo de corresponder às expectativas e de, quem sabe, poder envergar a mais desejada camisola da prova-rainha: “Darei o meu melhor. É um prólogo rápido, preferia que fosse mais técnico, mas vou dar o meu máximo nestas primeiras etapas. Seguramente que o vencedor vai ‘andar’ perto dos 51 km/hora como velocidade média. O objectivo passa por vestir a amarela, ainda que seja previsível que os principais candidatos se tentem já posicionar na geral. Procurarei passar a serra da Arrábida no segundo dia [primeira etapa em linha] e ver como corre”.

Jesus Ezquerra foi o único a erguer os braços ao céu em 2016 e, apesar de querer repetir o feito, admite que o foco está na geral individual: “Para mim foi uma vitória importante. Gostei muito de a conseguir. Contudo, este ano faremos tudo para ajudar os nossos líderes. Ainda que possa tentar vencer na primeira etapa [em linha], depois a concentração é toda para eles”.

O director-desportivo aponta o espanhol como pretendente ao triunfo no prólogo, mas Ezquerra considera que há corredores mais bem posicionados: “Ele disse que eu e o Fábio [Silvestre] temos possibilidades, mas temos de ver. Há muitos companheiros que podem conseguir vencer o prólogo. O Marque, por exemplo. Para mim é mais difícil, porque o percurso favorece roladores e sprinters“.

Fonte: in Sporting.pt

Fotos: João Fonseca

Vitória de Jesus Ezquerra na 1ª Etapa da Volta à Bairrada 2017

18076661_1554433704598698_9006897161984911494_o

A Taça de Portugal 2017 de Elite e Sub-23 começa com a Volta à Bairrada, que se disputou nos dias 22 e 23 de Abril. A Volta à Bairrada é a primeira de três competições que compõem a Taça de Portugal de Elite e Sub-23, seguidas pelo Grande Prémio de Mortágua, no dia 25 de Abril, e pelo Grande Prémio do Dão, a 13 e 14 de Maio.

O espanhol Jesús Ezquerra (Sporting/Tavira) ganhou a primeira etapa da Volta à Bairrada – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada, com uma extensão de 146,7 quilómetros, entre a Mealhada e Casal Comba. A meta coincidiu com uma contagem de montanha de quarta categoria, favorecendo homens rápidos em detrimento dos sprinters puros.

Quando se perspetivava a possibilidade de uma chegada ao sprint, o Sporting/Tavira lançou Jesús Ezquerra que surpreendeu os rivais, atacando de longe e abrindo um espaço que os adversários não conseguiram fechar na subida final, terminando com o tempo de 3h25m03s. O espanhol comandava a classificação geral, dispondo de 5 segundos de vantagem sobre os perseguidores mais diretos, sendo também o melhor na classificação por pontos, saíndo para a 2ª etapa como camisola amarela.

“Foi uma vitória da equipa, que me deixou na última subida. Só tive de apertar e de ganhar. Tinha algumas dúvidas acerca da minha condição, porque me apresentei com problemas nas costas, mas consegui ganhar”, revelou Jesús Ezquerra.

A 2ª etapa da Volta à Bairrada no domingo contava com uma etapa com 170,3 quilómetro, unindo o Luso à Pampilhosa do Botão. O Sporting/Tavira não conseguiu segurar a liderança na segunda tirada. O Jesus Ezquerra esteve inserido no pelotão que não conseguiu seguir o grupo de fugitivos que viria a discutir a vitória na meta. Ainda assim, David Livramento representou a equipa na fuga, finalizando em décimo lugar.

Colectivamente na Taça de Portugal, o Sporting/Tavira soma seis pontos e ocupa o sexto lugar.

O Sporting/Tavira está representado na Taça de Portugal com David Livramento em oitavo lugar (com 46 pontos), Jesus Ezquerra em 14.º (com 14 pontos), Shaun Nick-Bester tem quatro (26º) e Fábio Silvestre dois pontos (44º).

Classificações da Volta à Bairrada 2017

1.ª etapa
1.º Jesús Ezquerra, 3:25.03
11.º Alejandro Marque, a 1 segundo
16.º Shaun Nick-Bester, a  13 segundos
26.º Oscar Brea, a 13 segundos
39.º Luís Fernandes, a 24 segundos
42.º Valter Pereira, a 29 segundos
45.º David Livramento, a 43 segundos
51.º Fábio Silvestre, a 01.05
2.ª etapa
10.º David Livramento, m.t
21.º Jesús Ezquerra, a 12.30 minutos
32.º Shaun Nick-Bester, a  23.13 minutos
57.º Fábio Silvestre, a 23.25 minutos

#SportingTavira

#CiclismoTavira

#Tavira

#PaixãoPeloCiclismo

Proudly powered by Wpopal.com